Home Embaixador Embaixada Relações bilaterais China ABC Serviço Consular Contactos  
 
 
 
 
  Home > Notícias
 
 
  Medicina tradicional chinesa encontra novas oportunidades de desenvolvimento no exterior
 
  ( 2015/01/12 )
 
 

O vice-diretor da Comissão de Saúde e Planejamento Familiar e diretor da Administração da Medicina Tradicional da China, Wang Guoqiang, afirmou recentemente que a construção do Cinturão Econômico da Roda da Seda e da Rota da Seda Marítima do Século 21 são importantes meios para implementar a abertura total ao exterior, e também uma oportunidade extraordinária para o desenvolvimento da medicina tradicional chinesa no exterior.

Foi realizada em Beijing, a Reunião de Trabalho da Medicina Tradicional Chinesa. Durante o evento, Wang Guoqiang fez uma retrospectiva sobre os grandes acontecimentos do desenvolvimento da medicina tradicional chinesa no exterior em 2014. Ele afirmou que este ano, deve-se aproveitar a oportunidade da construção do Cinturão Econômico da Roda da Seda e da Rota da Seda Marítima do Século 21 para promover o desenvolvimento do setor fora do país.

"Devemos elaborar estratégias diferenciadas de acordo com as diferentes disposições regionais e aproveitar as plataformas como o Instituto Confúcio e centros culturais para apresentar a medicina tradicional chinesa de acordo com as condições psicológicas e seus costumes. Devemos utilizar as plataformas da Organização Mundial da Saúde e da Organização Internacional para Padronização para participar da elaboração dos regulamentos concernentes e formar intelectuais. Além disso, devemos formar profissionais e ajudar o crescimento das empresas, além de estabelecer projetos de cooperações com mais influência."

O diretor da Comissão de Saúde e Planejamento Familiar, Li Bin, disse na mesma ocasião que, atualmente, muitos países mostraram interesses pela medicina tradicional chinesa. Para ele, a China deve promover a transformação dos resultados científicos e tecnológicos em produtos, implementar ativamente a estratégia do desenvolvimento da medicina tradicional no exterior e acelerar a popularização dela fora do país.

"Priorizaremos este ano a exposição na Cúpula dos Ministros da Saúde China-Centro-Leste da Europa a ser realizada na República Tcheca. O evento aguarda por uma boa exibição da medicina chinesa. Agora, além dos países desenvolvidos, muitas nações em desenvolvimento e locais turísticos também estão interessados pela medicina chinesa. Por exemplo, as Maldivas esperam introduzir nossos pesquisadores e tecnologias para elevar, junto com seus recursos turísticos, sua atração no mundo. Temos muitas coisas para fazer neste aspecto."

Na reunião, quanto à elevação dos serviços básicos de medicina tradicional chinesa, Wang Guoqiang disse que o país deve promover a medicina tradicional a desempenhar um papel importante no sistema de tratamento médico por categorias.

"Este ano, teremos avanços neste aspecto, especialmente nas comunidades residenciais e clínicas básicas das vilas e aldeias. A medicina tradicional chinesa vai desempenhar um papel ainda melhor. No tratamento médico por categorias, o setor terá um papel insubstituível. Esperamos concretizar, através dos nossos esforços, as metas estipuladas no décimo segundo plano quinquenal em relação à nossa área e procuraremos mais inovações e desenvolvimento."

 
 


Suggest to a Friend
       Print
E-mail to us