Home Embaixador Embaixada Relações bilaterais China ABC Serviço Consular Contactos  
 
 
 
 
  Home > Notícias
 
 
  Governo chinês não restringe liberdade religiosa no Tibet, segundo escritor francês
 
  ( 2015/03/05 )
 
 
 

O escritor francês, Maxime Vivas, conhecido pelo livro Dalai Lama, Não é tão Zen. (Dalai Lama, Pas si Zen, em francês), revelou recentemente que vai escrever um novo livro para apresentar o verdadeiro Tibet ao mundo.

O francês lembrou que em 2010 fez sua primeira visita ao Tibet e a viagem quase subverteu seus conhecimentos sobre a região. Com base nas propagandas das imprensas ocidentais, ele achou que o governo deixou a cultura tibetana extinta. Mas após conhecer Tibet com próprios olhos, Maxime acreditou que o governo chinês não restringe em nada a liberdade religiosa no Tibet. Naquela viagem logo que aterrou no país, reparou que o idioma tibetano é escrito em todos os lugares. Ele também visitou as escolas e lá os professores ensinam em tibetano. Assim como os regiosos podem fazer orações em qualquer lugar público.

Maxime falou que em sua primeira obra sobre o Tibet não basta apenas expressar os novos conhecimentos em relação à região. Ele espera mostrar mais aspectos da sua pesquisa sobre a cultura e a religião local.

 


Suggest to a Friend
       Print
E-mail to us