Home Embaixador Embaixada Relações bilaterais China ABC Serviço Consular Contactos  
 
 
 
 
  Home > Notícias
 
 
  China e Mongólia discutem construção de zona de comércio transfronteiriço
 
  ( 2015/03/28 )
 
 

A China e a Mongólia concordaram em dedicar nove quilômetros quadrados da área fronteiriça de cada um dos países a uma zona econômica conjunta, decidiram os dois países em sua primeira reunião sobre o assunto.

Os dois lados se reuniram em Erenhot da Região Autônoma da Mongólia Interior na quinta-feira para discutir a zona na área fronteiriça de Erenhot e Zamyn-Und.

Os dois países farão outro encontro em abril, informou Cao Hongying, vice-chefe do Departamento de Investimento Estrangeiro do Ministério de Comércio, nesta sexta-feira.

O acordo sobre a alocação de terra é resultado de uma reunião realizada em agosto entre o presidente chinês Xi Jinping e seu homólogo da Mongólia Tsakhiagiin Elbegdorj, em que Xi sublinhou a importância da zona e pediu a assinatura de outro tratado de livre comércio em breve.

A China e a Mongólia compartilham uma fronteira de 4.710 quilômetros. Erenhot, que se situa na linha da ferrovia China-Mongólia-Rússia, é o posto de controle mais importante na fronteira, respondendo por 70% de comércio entre os dois países.

Em junho, o gabinete chinês aprovou que a cidade faz ensaio em políticas preferenciais de finanças, taxação, investimento e indústria para aprofundar a cooperação entre a China e a Mongólia.

Luo Qing, prefeito de Erenhot, disse nesta sexta-feira que a zona consolidará o papel da cidade em comércio e turismo, e contribuirá para a abertura da Mongólia Interior.

 


Suggest to a Friend
       Print
E-mail to us