Home Embaixador Embaixada Relações bilaterais China ABC Serviço Consular Contactos  
 
 
 
 
  Home > Notícias
 
 
  Gabinete do Conselho de Estado publica medidas administrativas especiais referentes ao acesso de investimento estrangeiro na zona de livre comércio
 
  ( 2015/04/21 )
 
 

O gabinente do Conselho de Estado da China publicou recentemente as medidas administrativas especiais sobre o acesso de investimento de empresas estrangeiras na zona de livre comércio e os métodos da examinação de segurança de empresas estrangeiras, que irão ser implementadas nas quatro zonas de livre comércio de Shanghai, Guangdong, Tianjin e Fujian.

Essa não apenas é uma importante medida da China para ampliar a abertura e promover a reforma, como também é uma inovação do mecanismo que corresponde à nova tendência da globallização econômica e às mudanças da regra de investimento global.

Em comparação às políticas relacionadas ao investimento estrangeiro já existentes, as zonas de livre comércio diminuem ainda mais as limitações sobre o acesso do investimento estrangeiro nas áreas de serviço e de manufactura, e aumentam o nível da facilidade de investimento, no sentido de prestar uma guia completa para os investidores e para aumentar a transparência da política concernente.

Nos últimos dias, houve um observatório sobre o nível da abertura das novas zonas de livre comércio de Guangdong, Tianjin e Fujian que foram aprovadas recentemente, referindo que é mais alto do que a da zona de livre comércio de Shanghai. O ministro-adjunto do Comércio da China, Wang Shouwen, negou essa informação nesta segunda-feira (20), numa coletiva de imprensa.

Segundo Wang Shouwen, tanto as três novas zonas como a zona de Shanghai adotam uma mesma lista negativa, portanto, o nível da abertura dessas é semelhante, mas o trabalho principal apresenta uma diferença.

A zona de livre comércio de Guangdong foca na cooperação econômica profunda da parte continental chinesa com Hong Kong e Macau. Tianjin contribui para promover o desenvolvimento coordenado entre Beijing, Tianjin e Hebei. Fujian esforça-se para o aprofundamento da cooperação econômica entre a parte continental chinesa e Taiwan. Shanghai irá fortalecer o resultado já existente e irá focar na transformação das funções do governo, avançar a inovação da administração de investimento e do sistema financeiro, no sentido de promover a implementação da estratégia construtiva da faixa econômica do Rio Yangzté.

 


Suggest to a Friend
       Print
E-mail to us