Home Embaixador Embaixada Relações bilaterais China ABC Serviço Consular Contactos  
 
 
 
 
  Home > temas actuais
 
 
  Começa Conferência Mundial dos Comerciantes Chineses
 
  ( 2013/09/26 )
 
 

Começou nesta quarta-feira (25), em Chengdu, província de Sichuan, a 12ª edição da Conferência Mundial dos Comerciantes Chineses. Mais de três mil representantes provenientes de 105 países e regiões participaram do evento. O presidente chinês, Xi Jinping, enviou uma mensagem de congratulação. O presidente da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, Yu Zhengsheng, proferiu um discurso na cerimônia de abertura. Ele desejou que os comerciantes chineses agarrem as oportunidades surgidas durante o processo de reajuste da economia mundial e que participem de forma ativa da transformação do modelo de crescimento chinês.

"Esta edição da conferência tem como tema o "Desenvolvimento Chinês, Oportunidades para Comerciantes", serão discutidos o futuro dos comerciantes chineses e a perspectiva dos seus negócios, o que se reveste de um significado realista."

Para Yu Zhengsheng, a China está numa fase de rápida industrialização, informatização, urbanização e modernização do setor agrícola. Há uma forte demanda no mercado nacional que deverá fornecer várias oportunidades para comerciantes chineses a residir no exterior. A China está se dedicando a criar um sistema de mercado mais aberto e justo, além de promover a facilitação do ambiente para investimento.

Muitos comerciantes presentes no evento vêem com bons olhos a abertura e desenvolvimento da região oeste do país. Zhu Guodong, nascido em 1976, foi estudar para França aos 15 anos. É atualmente o vice-presidente da Associação de Promoção Comercial China-França. Zhu, que visitou Sichuan por várias vezes, espera poder um dia investir nas áreas das finanças, proteção do meio ambiente e indústria relativa à terceira idade.

"Há muitas oportunidades na China. Mas o mais importante é como chegar até elas. Eu visito Sichuan duas ou três vezes por ano. Fui a Panzhihua e Dujiangyan e quero investir lá. Atualmente, estou focado na área das finanças."

O secretário-geral da Câmara Chinesa do Comércio no Japão, Chen Haiteng, afirmou que os comerciantes chineses no exterior podem servir como ponte para as empresas chinesas entrarem no mercado internacional.

"As indústrias chinesas querem expandir os seus negócios no mercado exterior. Os comerciantes chineses já possuem muita experiência neste aspecto. Nós queremos investir nos segmentos ligados à rede e saúde."

Até o momento, mais de 1200 participantes manifestaram a sua vontade de investir no país.

 
 


Suggest to a Friend
       Print
E-mail to us