Home Embaixador Embaixada Relações bilaterais China ABC Serviço Consular Contactos  
 
 
 
 
  Home > temas actuais
 
 
  China planeja estabelecer 53 milhões de hectares de campo cultivado com alto nível de qualidade
 
  ( 2013/12/10 )
 
 

De acordo com um plano divulgado ontem (9) pela Comissão Estatal de Desenvolvimento e Reforma da China, o país estabelecerá até 2020 uma zona de campo cultivado com alto padrão de qualidade, com 800 milhões mu (unidade chinesa), ou cerca de 53 milhões de hectares, a fim de garantir a colheita de cereais, independentemente das condições naturais.

Até 2020, a população do país deverá ultrapassar a marca do 1,4 bilhão e o nível de urbanização deverá continuar a aumentar. Devido à elevação das receitas dos cidadãos e aumento do volume de consumo, as exigências para os principais produtos agrícolas, incluindo cereais, terão um crescimento constante. Portanto, o governo enfrentará uma maior pressão para garantir suficiente fornecimento de cereais.

Embora o volume de produção de cereais da China tenha ultrapassado pela primeira vez as 600 milhões de toneladas neste ano, falta ainda ao país uma base sólida para manter um aumento constante do volume de produção de cereais. Por isso, o governo avançou com este plano que visa concluir em 2020 o estabelecimento de uma área de campo cultivado com alto padrão tecnológico, a fim de elevar a capacidade produtiva. Segundo os cálculos, o investimento em cada mu poderá alcançar os 2000 yuans, cerca de US$ 300. O estabelecimento desta área poderá reforçar a capacidade produtiva agrícola do país em 80 bilhões de quilos de cereais. Além disso, esta medida do governo poderá aumentar as receitas dos camponeses num total de 200 bilhões de yuans, cerca de US$ 30 bilhões.

 
 


Suggest to a Friend
       Print
E-mail to us