Home Embaixador Embaixada Relações bilaterais China ABC Serviço Consular Contactos  
 
 
 
 
  Home > temas actuais
 
 
  China pede sinceridade do Japão para diálogos pragmáticos
 
  ( 2014/03/04 )
 
 
     A China respondeu nesta segunda-feira à proposta do Japão de estabelecer um mecanismo de comunicação marítima para evitar um conflito militar no Mar do Leste da China, pedindo que o Japão demonstre sinceridade e realize diálogos pragmáticos com a China sobre assuntos relevantes.

"Há pouco tempo, o Japão provocou um problema unilateralmente e se recusou a ter um diálogo sincero e prático com a China, o que é a causa essencial das diferenças e disputas entre os dois países sobre assuntos relacionados às Ilhas Diaoyu e ao Mar do Leste da China", disse Qin Gang, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China.

Qin fez o comentário ao responder a uma questão sobre o chanceler japonês, Fumio Kishida, que pediu o estabelecimento de um mecanismo de comunicação sobre a defesa marítima entre os dois países.

"A China tem uma posição clara sobre assuntos do Mar do Leste da China e das Ilhas Diaoyu. Acreditamos que os dois países devam lidar com e controlar de forma adequada as diferenças via diálogos e consultas", declarou Qin em uma entrevista coletiva regular.

Qin pediu que o Japão responda à posição chinesa com sinceridade, enfrente a história e a realidade e realize diálogo concreto com a China sobre assuntos relacionados.

Ao responder a outra pergunta sobre o plano japonês de criar uma nova força anfíbia de 3 mil pessoas para a defesa insular, Qin pediu que o governo nipônico cumpra sua promessa de desenvolvimento pacífico e contribua para a paz e estabilidade regional de maneira positiva.

"Pelas razões históricas e realistas, assim como ações recentes do Japão em uma série de assuntos, a comunidade internacional, especialmente os países vizinhos do Japão, dá muita atenção às ações militares japonesas em áreas ao redor", ressaltou Qin.

 
 


Suggest to a Friend
       Print
E-mail to us